Subscribe Us


 




 

Conselheiros tutelares se reúnem com Sesau para solicitar inclusão em grupo prioritário de vacinação

 Uma comissão de Conselheiros Tutelares de diversas regiões do estado se reúnem nesta quinta-feira, 29, com o secretário de estado da Saúde, Alexandre Ayres, para solicitar a inclusão desses profissionais no grupo prioritário para a vacinação contra à Covid-19.



Na justificativa do ofício encaminhado à Sesau, assinado pela Associação dos Conselheiros e Ex-Conselheiros Tutelares do Estado de Alagoas (ACECTAL), que   representa os 580 conselheiros de 116 unidades em todo o estado, a categoria argumenta que os profissionais estão expostos diariamente ao risco de contaminação ao atender vítimas de violência em hospitais, delegacias e em outros órgãos, no cumprimento da proteção a crianças e adolescentes.

A entidade ainda não realizou levantamento de quantos conselheiros contraíram a doença ou morreram em Alagoas, mas o mais recente óbito foi registrado na cidade de Porto Calvo, litoral norte do estado. O conselheiro tutelar João Victor da Silva Macedo faleceu vítima de Covid no último domingo, 26.

“Em Alagoas já tivermos várias mortes. Em nossas atividades, ficamos expostos diariamente ao risco de contaminação por conta do contato direto com várias pessoas,  seja nas sedes dos conselhos, seja nas delegacias, hospitais, IMLs, e claro, na linha de frente das denúncias indo até às residências. Por isso também somos do grupo prioritário, e essa é nossa reivindicação nessa reunião de amanhã”, argumenta o presidente da entidade,  Arildo Alves. A reunião está marcada para as 11h30.  

Presidente da Acectal: conselheiros estão morrendo de Covid

Brasília já vacinou

Na capital federal,  a Secretaria de Justiça e Cidadania conseguiu autorização da Secretaria de Saúde para imunizar os 152 conselheiros tutelares do Distrito Federal. A primeira dose da vacinação contra o coronavírus foi aplicada nesta segunda-feira (26). Os profissionais foram incluídos no grupo prioritário por exercerem trabalho essencial à população. 

“ A segurança dos conselheiros tutelares é nossa prioridade. Desde o início da pandemia a categoria continuou trabalhando. Sabemos da importância dos conselheiros tutelares que são a porta de entrada para receber as demandas da comunidade. Nós enquanto governo, assumimos o compromisso de vacinar estes profissionais que atuam diretamente na linha de frente, no combate a diversos tipos de violências e vulnerabilidades de meninos e meninas do DF”, disse a secretária de Justiça, Marcela Passamani, ao 'Jornal de Brasília'. 

Esta semana, a deputada federal Tereza Nelma (PSDB-AL) solicitou ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e ao governador Renan Filho prioridade na vacinação dos conselheiros tutelares.

Postar um comentário

0 Comentários